SEMINARIOS E PALESTRAS

AGENDE UMA PALESTRA OU UM DE NOSSOS SEMINARIOS EM SUA IGREJA:

1.SEMINARIO " O PLANO DIVINO PARA A FAMILIA"
2.SEMINÁRIO "BASES SÓLIDAS PARA UM CASAMENTO FELIZ"
3.SEMINÁRIO "SOLUÇÕES PARA OS CONFLITOS CONJUGAIS E FAMILIARES"
4.SEMINÁRIO "VENCENDO AS BATALHAS ESPIRITUAIS"
5.SEMINÁRIO INTENSIVO DE EVANGELIZAÇÃO
6.SEMINÁRIO DE LIDERANÇA MINISTERIAL
7.PALESTRAS PARA HOMENS,PARA JOVENS,PARA CASAIS,ETC.

A VOSSA DISPOSIÇÃO ATRAVÉS DO E.MAIL -vcamposrocha@gmail.com

ou deste blog.

sábado, 26 de janeiro de 2013


QUANDO  UM  GRITO  PODE  ACABAR  COM  UM  CASAMENTO
Pode até parecer   um  tanto extremista esta afirmação.Entretanto,um grito pode realmente levar um casamento ao naufrágio.Não me refiro a qualquer grito,quando alguem pede socorro ou o faz porque a outra pessoa esteja longe,não! Mas aquele grito carregado de ódio,estridente e insuportável , quando um dos cônjuges  se  dirige ao outro.Um  grito intimidativo,cheio de imposição,crítico e desrespeitoso  .Isto feito uma vez,ou duas vezes,alguem pode suportar e não revidar.Porém,se  as coisas continuarem a ponto de se tornar um hábito,o casamento certamente sucumbirá.Exatamente porque o “gritar” nestas circunstancias soa como desrespeito, falta de compreenção,falta de educação,e falta de amor.Disciplinar o tom da voz e esforçar-se para promover o dálogo é sempre o melhor caminho.Gritar com as pessoas é uma forma covarde e desaconselhável para alguem impor sua liderança e também de chamar a atenção.O grito só é tolerável,bem visto e aceito quando a pessoa o faz pedindo socorro ou dando um alerta sobre o perigo.A palavra de Deus recomenda “Seja tirada de entre vós toda gritaria...” Ef.4:31
A convivência do casal precisa ser harmoniosa.Um deve tratar o outro com benignidade,sempre usando de misericordia e perdoando as constantes falhas que mutuamente cometem.Ef.4:32. Ao dirigirem a palavra,que o façam   respeitosamente, sem violência,sem agressõe,com paciencia.O fato de um não gostar ou aprovar atitudes e  decisões de seu conjuge não devem,jamais, serem motivos para gritos e manifestações  de ódio e revolta de alguém.Se somos da paz,deveremos a todo custo promover a paz.Aquele que é acostumado a resolver seus problemas na base do grito, deve estar preparado para ouvir gritos e desabafos também..
Pastor valdemir campos rocha
Prvaldemircamposrocha.blogspot.com


Postar um comentário