SEMINARIOS E PALESTRAS

AGENDE UMA PALESTRA OU UM DE NOSSOS SEMINARIOS EM SUA IGREJA:

1.SEMINARIO " O PLANO DIVINO PARA A FAMILIA"
2.SEMINÁRIO "BASES SÓLIDAS PARA UM CASAMENTO FELIZ"
3.SEMINÁRIO "SOLUÇÕES PARA OS CONFLITOS CONJUGAIS E FAMILIARES"
4.SEMINÁRIO "VENCENDO AS BATALHAS ESPIRITUAIS"
5.SEMINÁRIO INTENSIVO DE EVANGELIZAÇÃO
6.SEMINÁRIO DE LIDERANÇA MINISTERIAL
7.PALESTRAS PARA HOMENS,PARA JOVENS,PARA CASAIS,ETC.

A VOSSA DISPOSIÇÃO ATRAVÉS DO E.MAIL -vcamposrocha@gmail.com

ou deste blog.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

OS DEFEITOS DOS PAIS (2)


Angustiados. São os pais que se preocupam em demasia com os filhos e vivem sob o temor que algo lhes aconteça. Se um dia comem menos,é porque estão doentes, se noutro atrasam para chegar, imaginam que tenham sofrido algum acidente ou coisa parecida.Desta maneira contaminam seus filhos,fazendo que se tornem também,ansiosos e inseguros.

Desconfiados. Procuram controlar todos os passos dos filhos, seus telefonemas,mensagens no celular e computador,enfim vigiam-nos em todo tempo.Inquirindo-os sobre todas as suas atividades.Não lhes respeitam, sequer,o sigilo da correspondência e suspeitam com freqüência,de coisas de que jamais cogitaram.Acabam por conduzir os filhos a mentira ou ao cinismo.

Competidores. Defeito muito comum entre os pais imaturos. É o pai que disputa  com o filho o uso do tênis ou o bife maior na hora das refeições.Como se ambos fossem da mesma idade.Ou então a mãe que passa a filha para trás em matéria de vestimenta e,não raro,buscando a sua própria satisfação e destaque social em detrimento da filha adolescente,também ansiosa de afirmação e de participação nas alegrias da vida.Tais pais desfavorecem a maturidade dos filhos,os quais,por sua vez,terão dificuldades em perder ou renunciar a algo com dignidade.

Dominadores. Exigem que os filhos peçam licença para tudo, até para brincar; que obedeçam de imediato a todas as suas determinações;que,ao serem admoestados,calem a boca e não lhes respondam nada; exercendo uma liderança ditatorial e ,impedindo assim,que seus filhos marchem para a autonomia,um dos objetivos principais da educação.

Fracos. São aqueles que, seja por indiferença,ou por medo de não serem amados pelos filhos,não ousam contrariá-los em nada,cedem a todos os seus caprichos e exigências,suportam seus desacatos e provocações.Limitando-se a constantes ameaças,nas quais ninguém acredita:”outra vez que você fizer isso...” , “qualquer dia eu te mato..” ”ah se eu te pegar..” As estatísticas confirmam que quase cem por cento de jovens delinqüentes são filhos de pais fracos.

Frios. São os pais que mantem seus filhos a distancia, e nada fazem para atrai-los ou conservá-los junto de si; que nunca dialogam com eles, ou só o fazem para reclamar de seus comportamentos. Tais pais concorrem para que seus filhos se tornem pessoas caladas, introvertidas e com pouquíssimos recursos de comunicação.

Perfeccionistas. São os pais que pretendem obter dos filhos um comportamento  ideal; que ao dois anos sejam asseados, aos quatro tenham cuidado com seus brinquedos,aos seis que já saibam arrumar suas coisas na mais completa ordem,aos oito que só tragam boas notas da escola,e assim sucessivamente.Tais atitudes só contribuem para que seus filhos sejam pessoas medrosas .

Frustrados. São os pais que não tendo podido concretizar determinados ideais, querem obrigar os filhos a serem o que eles não conseguiram ser,o primeiro aluno da classe,o campeão na natação,no futebol,ou na musica.Quase sempre,esgotam os filhos com esforços acima de suas forças,ou então atormentam-nos acusando-os de serem poucos inteligentes,desajeitados,de má índole,etc.

Inseguros.São aqueles pais que se mostram sempre indecisos sobre  como disciplinar.Não tendo noção exata de suas funções,nem dos objetivos a serem atingidos pela educação,ora pecam pelo excesso de rigor com que os tratam,ora pelo afrouxamento total de suas exigências.Desnorteiam seus filhos,impedindo-os de formar um bom caráter.
Pr.valdemir campos rocha
Postar um comentário